segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Dentro de mim, tudo gira, nada muda. Os batimentos dão lugar aos pulos, a sobra de carinho se mostra, o sorriso é minha deixa, e por fim, não fim, sem viver o, um dia todo ao teu lado, a saudade se torna , breve, lenta, uma eterna crueldade.

27 comentários:

  1. Olá, ficaria feliz em receber sua opinião sobre meus contos.
    http://sonhosemparagrafos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo comentário ;)
    também sigo*

    ResponderExcluir
  3. Oh!O amor e suas vertentes, que nos assola e nos expõe.Suave e direto como tudo que se refere a amar deve ser.Abraço de alegria:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  4. E dentro de mim, por ela, o verbo se fez carne, sonhar não mais me basta, te-la por mais que uma vida e ser, agora, mais do que amada, minha amada. Seguindo você Jotan e os demais blogs :D

    ResponderExcluir
  5. E as palavras marcam, relembram e permanecem verdadeiras como o sentimento. Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Waw! Sempre arrasando com os teu textos. Lindo, Fernando. :D

    ResponderExcluir
  7. Escrever é bem mais que falar, vem de dentro e não do meio, só repasso o que sinto, o que finjo saber, do mais, são só rascunhos de um Fernando Gonçalvez que pouca gente conhece.Enfim, obrigado pelo carinho de todos, valeu gente :D

    ResponderExcluir
  8. Sempre ela para atormentar a vida dos apaixonados...

    ResponderExcluir
  9. obrigada. se gostas podes seguir . estou a seguir o teu pq gosto bastante

    ResponderExcluir
  10. Olá! Antes de mais muito obrigada também gostei muito deste blog :)

    ResponderExcluir
  11. oh, obrigada, parabéns pelo seu também ;)

    ResponderExcluir
  12. obrigada, também gostei do seu blog :)
    sigo*

    ResponderExcluir
  13. obrigado
    e parabens pelo teu blog esta muito bom

    ResponderExcluir

Divida seus carmas e palavras;